Murillo de Aragão - Heróis anônimos - ISTOÉ

13/01/2018 12:55
Murillo de Aragão: Heróis anônimos
Revista ISTOÉ
 
Faltam heróis anônimos em todos os lugares, sobretudo nas redações, nos parlamentos, nas bancas de professores, nos tribunais e nos gabinetes
 
Quando o calo aperta ou uma bala perdida parte seu coração, os rugidos de leão nascem em seu peito, para, com o tempo, se transformarem em gemidos. E, depois, em discretos ganidos de filhote. Claro que as cicatrizes ficam em sua alma. Mas o jogo segue e você quer olhar além da curva, só que não consegue. Você tem a visão turvada pela civilização do espetáculo, contida em uma gigantesca Times Square de subúrbio.
 
Um raio de clarividência pode iluminar as sombras da mente, embotada por fake news, mentiras sinceras, verdades incompletas e narrativas novelescas. Em um átimo, você percebe que não temos instituições (nem é bem assim). Também percebe que nos faltam líderes (não é bem assim). Mas é o que temos para hoje: relatos imprecisos.
 
Temos instituições instáveis. Já outras são estáveis em sua submissão ao império do corporativismo. Existem instituições que pagam integralmente plano de saúde para funcionários, cônjuges, pais e filhos. Outras oferecem auxílio-moradia para quem já vive na própria cidade do trabalho e auxílio-paletó. Algumas dessas instituições estáveis são as que apontam o dedo para outras. Cumprem, apenas, metade do papel.
 
Certas lutam no pantanal institucional valendo-se do ativismo e da espetacularização de seus atos, em um fênomeno “tostines” (vende mais porque é fresquinho ou é mais fresquinho porque vende mais?) Sem espetacularização não há efeitos, ainda que o direito seja atropelado nesse movimento. Para muitos, lutadores desavisados da guerra cotidiana, direitos são como loteria: acreditamos que algum dia os teremos.
 
Colocamo-nos nas mãos de heróis, na melhor tradição sebastianista. Já tivemos heróis acidentais e heróis fabricados. Os heróis de hoje estão morrendo de overdose: uns, de corrupção; outros, de mordomias obsequiadas. A longo prazo, como disse o economista John Maynard Keynes, todos nós estaremos mortos. O problema é que alguns vão ter uma longa agonia. E de sua agonia outros farão alegorias, em que muitos poderão se encharcar. Como numa novela de Glória Perez.
 
Faltam heróis anônimos em todos os lugares, sobretudo nas redações, nos parlamentos, nas bancas de professores, nos tribunais e nos gabinetes. Heróis que possam apontar o dedo acusatório para outros sem que a outra mão se esconda em algum privilégio ou interesse específico. O que nos resta a fazer é olhar nos olhos. De nós mesmos e dos outros.
 
 

Notícias

17/10/2018 19:54
São Lucas, uma figura simpática do Cristianismo primitivo São Lucas era uma figura simpática do...
17/10/2018 16:14
PESQUISA CRUSOÉ: INTERNET EMPATA COM TV COMO MEIO DE INFORMAÇÃO DOS ELEITORES A internet é o...
17/10/2018 16:11
JOGADA DE LULA É SE DESCOLAR DA DERROTA DE HADDAD Quando orientou o candidato do PT a presidente...
17/10/2018 13:47
Audiência: não amar é o primeiro passo para matar Como na semana passada, Francisco aprofundou a...
17/10/2018 13:41
Bolsonaro visita arcebispo do Rio e assina compromisso com valores conservadores Candidado do PSL...
16/10/2018 19:40
Para Onyx Lorenzoni, colostomia justifica ausência de Bolsonaro em debates Jornal do Brasil -...
16/10/2018 19:29
Igreja Ortodoxa Russa rompe com o Patriarcado de Constantinopla Os membros do Santo Sínodo da...
16/10/2018 19:24
Bolsonaro diminuirá intermediação com o Governo do Piauí, diz Fábio Sérvio Por Portal O Dia...
16/10/2018 17:02
Bolsonaro chega a 71,2% no Distrito Federal, mostra levantamento do Correio O candidato do PSL é...
16/10/2018 16:54
Chineses terão 20% de refinaria do Comperj, diz Petrobras Comperj foi alvo de investigações da...
16/10/2018 14:12
Bolsonaro diz que se eleito extraditará o ex-ativista italiano Cesare Battisti Jornal do Brasil O...
16/10/2018 13:58
Papa: é possível sonhar um mundo sem fome. Falta vontade política “Podemos sonhar um futuro sem...
15/10/2018 22:12
Santa Margarida Maria Alacoque, devota do Sagrado Coração de Jesus Santa Margarida Maria Alacoque,...
15/10/2018 21:55
Eleições 2018 - Ibope: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad, 41% Por Redação -...
15/10/2018 17:58
CNBB presta homenagem aos professores do Brasil Por CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do...
15/10/2018 15:03
Declaração, em tom de brincadeira, foi feita em visita ao Bope no Rio   Por Vitor Abdala...
15/10/2018 15:00
O Papa apresenta à Secretaria de Estado o novo Substituto No seu primeiro dia como Substituto para...
15/10/2018 13:36
Bolsonaro afirma que vai resgatar o respeito em sala de aula A 13 dias do segundo turno das...
15/10/2018 12:54
Plano de Bolsonaro une criação de creche e ensino religioso Direcionado para famílias pobres, com...
15/10/2018 12:19
Santa Teresa de Ávila (Santa Teresa de Jesus) Santa Teresa de Ávila, conseguiu recuperar o fervor...

Contato

Jornalista Josenildo Melo Teresina - Piauí - Brazil WhatsApp : 86 99513 2539 josenildomelo@yahoo.com